Publicado por: Big_DJouse | agosto 25, 2010

Sobre o scrobbler no Audacious (Ubuntu Lucid)

Edit: Ao que parece, a dica abaixo não está mais funcionando (links quebrados). Tentem essa aqui, então: http://pqp.me/4j8

Faz alguns meses que fiz o upgrade para a versão mais recente do ubuntu atualmente (Lucid Lynx). Tava tudo bem no sistema, não fosse dois pequenos incovenientes: o audacious não dar mais suporte ao scrobbler e a tela de boot nova não se dar bem com meu driver de vídeo (adianto logo que a culpa é do driver, um SiS).

O segundo problema tratarei em algum outro post. Aqui vou falar como resolvi o primeiro. Para quem não conhece, o scrobbler é um plugin presente em vários players que enviam, automaticamente, o que você anda escutando para sua conta do Last.fm. Gosto bastante desse recurso, sendo ele o principal responsável por eu possuir um perfil lá no Last.fm. Já o audacious é um player para Ubuntu sem muitas frescuras, parecido com o winamp das antigas.

Pois então, no Lucid, ou melhor dizendo, na mais nova versão do audacious, o scrobbler não está mais presente. Claro que procurei uma maneira de contornar o problema. E como quem procura acha, eis a solução:

cd ~
wget http://fly5.kapsi.fi/misc/misc/aud2scrob/lastfm.so
wget http://fly5.kapsi.fi/misc/misc/aud2scrob/scrobbler.so
mv lastfm.so scrobbler.so ~/.local/share/audacious/Plugins/

Em resumo, só baixar os arquivos dessas duas páginas acima e copiá-los para a pasta de plugins do audacious. Bem simples, não? Pois é,  fui tentar:

scrobbler rage

Exatamente, caros leitores, a dica não funcionou. Sem solução, tentei achar alternativas ao audacious. Cheguei a usar o qmmp, que é até legalzinho e possui o bendito scrobbler. Porém, o scrobbler do qmmp funciona de maneira estranha: ele envia a música que você escuta assim que inicia a execução da mesma. Não importa se você mudou a faixa no segundo seguinte, aquela música vai parar lá no seu perfil.

Claro que não gostei muito dessa história. Então, fui pesquisar novamente sobre o scrobbler do audacious, para ver se existia alguma solução nova. Foi aí que vi com mais atenção a página onde encontrei a solução acima. Nela você verá, se não for tão afoito quanto eu fui, que esse plugin não funciona em sistemas 64 bits. Nesse caso, você terá que utilizar estes arquivos aqui. Só copiar para a pasta de plugins do audacious. A pasta é, como já mostrada no exemplo acima, ~/.local/share/audacious/Plugins/ , onde ~ é a pasta do seu usário em /home (em sistemas linux, ~ representa a pasta do usuário corrente). Depois disso, só  aproveitar:

scrobbler fuck yeah

Como você pode ter percebido, o ícone do plugin não aparece no menu, mas isso não compromete nada no seu funcionamento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: