Publicado por: Big_DJouse | junho 7, 2007

Sobre o Homem Aranha 3

Assisti ao terceiro filme do cabeça de teia. E quer saber? Achei uma droga. Não vou nem comentar o uso excessivo de coincidências no enredo. As críticas pela net abusaram deste assunto e, particularmente, discordo de que foram o principal problema. Penso que tenham sido uma consequência de uma falha maior: a falta de enredo.

Enquanto os outros dois filmes se consolidavam nos roteiros (claro que sem esquecer da ação), esse aqui foi feito de qualquer jeito. Até parece que… pera, não parece não, é mesmo… posso dizer que todas as situações são meras desculpas para as cenas de ação.  Típico de filminhos roliudianos que subestimam seu público. Sabe aqueles abomináveis batmans de Tim Burton? Pois é, o negócio tá por aí.

Ah sim, colocaram três vilões dessa vez!  Os batimans do Burton usavam até dois por filme e saía aquela droga. Imagina juntar três? O máximo de história de fundo que esses coitados vão possuir é uma desculpazinha para estarem ali. E é isso que acontece. O Duende Macabro teve dois filmes para construir sua história e acaba daquela maneira tão… tão… AAAAAARGH!

E o Homem Areia? Corria da polícia e, por acaso, topou com uma “área de experimento científico”. Um acidente básico e eis aí um vilão novo. Opa, tá sem história? Nada não, mexe no primeiro filme e tenta fazer o público engolir que foi ele quem matou o Tio Ben. AAAAAAAAAAAARGHH!!!

O Venom?? Deixa pra lá… Só a história do simbionte e de Eddie Brock dariam um ótimo filme, mas foi extremamente sub-aproveitado aqui.

Pra terminar, vou só comentar as cenas de ação. Ao contrário dos demais, eu odiei. As coisas se passam muito rápido, e você acaba não entendendo nada. Tá, eu sei que o Homem Aranha é ágil, que se trata de super heróis, mas sinceramente, qual o propósito de uma cena de ação onde você mal tem tempo de saber o que aconteceu? Tudo é jogado na sua cara de maneira tão rápida que você fica perdido.

Sim, agora para realmente terminar, uma pequena observação: os dois outros filmes possuiam algum conflito na vida de Peter Parker. Em termos simples, posso dizer que no primeiro se trata da responsabilidade de ser um herói e, no segundo, o equilíbrio entre a suas duas vidas. E o terceiro? O que teve? Nem para isso o simbionte serviu.  A hubris do Homem Aranha no filme é usada para fazer piadinhas… AAAAAAAAAARGGGGH!!

Bah, em resumo: não assistam.

Anúncios

Responses

  1. Pow … ainda nao vi
    😦


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: