Publicado por: Big_DJouse | fevereiro 13, 2007

Sobre o carnaval e outras festas

Você já parou para pensar de onde veio o carnaval? Pois é, a maioria não. Não que saber a origem do carnaval seja algo importante, mas a questão aqui é o quanto me irrita ver como essa maldita maioria vive feito gado. Se alguém mandar ela pastar, ela vai lá e acaba com o capim. Se mandarem ajoelhar e rezar, teremos centenas de fanáticos cegos (opa, um pleonasmo). E se alguém dizer que existe uma festa toda certa época do ano, sem nenhum motivo aparente, lá estarão eles, a bovina maioria, pulando e festejando. Claro, é a tradição, a cultura. Mesmo quando a tradição foi criada alhures daqui.Bem, mas não era sobre isso que eu queria falar. Era sobre o carnaval. Ou sobre sua origem. Não, era sobre como temos certas festas em nosso calendário que estão, digamos, bem diferentes de seu sentido original.

Voltemos ao início da humanidade, quando começávamos a criar nossas primeiras plantações. Imaginem a alegria daqueles mizeráveis, quando, após tanto trabalho, finalmente conseguiam tirar algum alimento. Claro, isso era motivo suficiente para algumas festinhas. Afinal, os homens tinham que agradecer aos deuses pela boa plantação (ah, idiotas!). Daí já viu. Se alguém te fez um favor, pode muito bem fazer outro. E tome outra festa para agradar ao deuses (putz) e pedir boas colheitas. É obvio que, já naquele tempo, os homens percebiam a influência das estações do ano nas colheitas. E nada mais natural que as tais festas acompanhassem as mudanças ou o ápice das estações.

Foi aí que nasceu várias e várias festas. O carnaval, por exemplo, está associado ao começo da primavera. O nosso querido natal, que seria o nascimento de Jesus Cristo, era uma antiga festa pagã que marcava o solstício de inverno. É meu amigo, a Igreja fez uma pequena conversão pra aturar seus fiéis que se agarravam a antigos costumes. E você pensando que a verdade sobre Papai Noel tinha sido um grande choque…

Sim, e a conclusão disso tudo? É só uma observação bem, bem pequena. As festas acima são baseadas no calendário das estações no hemisfério NORTE. Para o nosso aqui, elas perdem ainda mais o sentido. Não que seja algo importante, claro. O que importa é diversão. Mas é o que sempre digo: melhor ser idiota, sabendo que o é, do que ser idiota e pensar que não é um.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: